Fechar
(17) 3216-5809
Seg - Sex : 08:00 - 18:00

Transformação digital pode impactar as micro e pequenas empresas

Transformação digital pode impactar as micro e pequenas empresas Previous item Nanofranquia: Entenda como... Next item Mercado de educação...

A mudança no comportamento das MPEs para plataformas digitais são necessárias para que o negócio sobreviva em um mercado competitivo

Nunca se ouviu falar tanto em transformação digital como o que vem ocorrendo este ano. Tudo isso está atrelado ao fato da pandemia do novo coronavírus ter acelerado esse processo para que as empresas continuassem faturando durante o isolamento social.

Dados apontados pela Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) revelam que esse fenômeno movimentará R$465,6 bilhões até 2023, tendo como tendência tecnológica com mais previsão de aporte a Inteligência Artificial, Big Data, IoT e Analytics.

A necessidade “urgente” de migrar para o digital pegou muitos empresários de surpresa, principalmente os com micro e pequenos negócios. Porém, a maior dúvida deles é: Essa transformação digital é para todo tipo de negócio?

César Marcondes, diretor executivo da franquia Distrito Digital, uma agência digital especializada em marketing digital, acredita que sim!

“É necessário ter uma mudança de comportamento, já que por cultura, quando o assunto é digital o Brasil está muito atrás de outros países mais desenvolvidos. Muitos empresários sentiram na pele que caso queira sobreviver a essa crise é necessário ter um posicionamento digital para atrair mais clientes. A forma com que as empresas vendem seus produtos e serviços já vinha mudando há algum tempo. Mas com a pandemia, o uso de tecnologia no negócio acelerou essa mudança para se manter vivo no mercado e ganhar produtividade”, diz.

O executivo reforça ainda que os micro e pequenos negócios que não aderirem a transformação digital e se reinventarem correm o risco de serem esquecidos, tendo em vista que a tecnologia está presente no cotidiano da maioria das pessoas.

 

É necessário planejamento estratégico!

Claro que essa adaptação não acontece do dia para a noite. O primeiro passo é planejamento. Saber entender como as ferramentas digitais poderão gerar negócios. Daí a necessidade de contar com o apoio de um profissional e empresa capacitada nessa área que saberá avaliar as melhores estratégias. Principalmente, para minimizar os riscos e impactos no negócio.

“A presença digital aumenta a competitividade do seu negócio no mercado. Seja para otimizar o atendimento ao cliente pela internet; estar presente digitalmente; segmentar o seu público com possibilidade de oferecer ofertas bem direcionadas; ter feedback dos clientes para fazer melhorias no negócio… Enfim, é uma realidade que veio para ficar e para facilitar a vida do consumidor e das empresas. Já é perceptível como essa mudança digital vem impactando positivamente os negócios”, avalia o diretor executivo da franquia Distrito Digital.

Para auxiliar os empresários nessa transição, os franqueados Distrito Digital oferecem uma consultoria e ensinam como usar corretamente os meios digitais para divulgação e aumento de vendas por meio de anúncios on-line, redes sociais, uso correto de mensagens instantâneas, estratégias para a geração de leads e vendas on-line. “Oferecemos ao mercado um atendimento personalizado e com resultados rápidos e eficientes, principalmente nesse momento em que se precisa de agilidade para acompanhar as mudanças do novo normal nos negócios”, salienta Marcondes.

Mercado aquecido

Investir em um segmento que está em alta e que continuará em evidência é muito atrativo para quem busca um negócio próprio.

A franquia Distrito Digital é uma agência digital especializada em marketing digital local e vendas on-line como anúncios on-line, criação de sites padrão, landing page, loja virtual, anúncios no Google e nas redes sociais direcionado para micro e pequenas empresas.

A marca que está no mercado de franchising desde o ano passado oferece ainda solução especializada em publicidade local através de um guia comercial – on-line, aplicativo e modelos pré-prontos.

Com baixo valor de investimento e flexibilidade do horário, a rede Distrito Digital conta com três modelos de negócios: home office, loja física e store in store, com investimento inicial a partir de R$13.500 (para regiões até 90 mil habitantes). O faturamento varia entre R$9 mil a R$20 mil, tendo prazo de retorno estimado entre 3 a 10 meses.

Também há oportunidade para quem busca atuar em regiões maiores, até 250 mil habitantes. Nesse caso, a rede solicita investimento de R$18.500 (incluso taxa de franquia + capital de giro + taxa de instalação), com exclusividade de atuação na área. A estimativa de faturamento médio mensal é de R$10 mil a R$30 mil, e lucro líquido de R$4 mil a R$10 mil.

“Investir em uma franquia já traz uma segurança de começar algo que já foi testado no mercado, diferente de começar um negócio do zero. E o Distrito Digital tem essa vantagem de poder atuar de uma maneira profissional e segura, tendo o suporte da franqueadora”, conclui Marcondes.

Com apenas um ano no mercado de franchising, o Distrito Digital já conta com quatro unidades localizadas nos estados de Goiás, São Paulo, Maranhão e Paraná.

 

Sobre o Distrito Digital

Nascida em São José do Rio Preto (SP), a Distrito Digital é uma franquia especializada em marketing digital que entrou para o franchising em 2019. A rede oferece solução especializada em publicidade local através de um guia comercial – on-line, aplicativo e modelos pré-prontos – direcionados as micro e pequenas empresas. Com quatro modelos de negócios, o investimento inicial é de R$13.500 (home office), e prazo de retorno estimado entre 3 a 10 meses. https://distritodigital.com.br/

 

Informações para a imprensa:

Fatos&Ideias Comunicaçãofatoseideias@fatoseideias.com.br

Renata Brito – (17) 9 9107-4530 –  renata@fatoseideias.com.br

Seu Comentário

Deixe uma resposta agora

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *